O seu aluno é canhoto? Saiba o que fazer

O seu aluno é canhoto? Saiba o que fazer

Como os professores podem ajudar as crianças canhotas na sala de aula?

Em sala de aula, dei uma atividade de recorte. Meu aluno me chamou e disse: – “Pro minha tesoura está quebrada.”
Peguei a tesoura, testei e ela recortou normalmente. Ao devolver pra ele percebi que ele era canhoto e por isso a tesoura parecia “quebrada”. Por conta da lamina estar do outro lado ele não conseguia recortar com precisão.

Essa situação me chamou a atenção. Essa é a segunda vez que tenho um aluno canhoto e algumas vezes não conseguimos perceber, atrapalhando o desenvolvimento do nosso aluno.

Historicamente, ser canhoto era considerado estranho, desnecessário ou, na pior das hipóteses, associado ao diabo ou feitiçaria. Até recentemente, na década de 1970, alguns professores passaram a ter dificuldades extraordinárias para que os alunos canhotos usassem suas “mãos certas”.

Leia Mais: A Importância da tesoura na Educação Infantil
                   Qual tesoura iniciar na Educação Infantil?

Claro que isso não acontece mais nas escolas, mas os canhotos ainda podem ser penalizados ou prejudicados pela falta de consciência dos professores. Embora 15%  das crianças sejam canhotas, muito vezes deixamos essa informação passar e acabamos não percebendo as necessidades dos nossos alunos.

A Revista Crescer constatou que uma pesquisa feita no início dos anos 90 revelou que filhos de pais destros têm 9,5% de chance de ser canhotos. Mas, quando o pai ou a mãe é canhoto, a possibilidade sobe para 19,5%. Outro dado concreto é que a dominância é mais forte nas mãos, porque elas exigem atividades mais sofisticadas, ou finas, como a escrita. Essa “facilidade” com o lado esquerdo aparece logo no primeiro ano de vida. Segundo Raquel Caruso, psicomotricista, psicopedagoga e fonoaudióloga, a criança escolhe uma mão para conhecer o mundo. “Ela apalpa os objetos, tenta pegar alguma coisa, faz os primeiros rabiscos no papel”, diz. Mas a confirmação real virá em torno dos 6 anos, quando a criança começa a ser alfabetizada.

Como facilitar a vida do aluno canhoto

  • Se você notou que seu aluno é canhoto ou tem tendência a ser canhoto, avise os pais para que eles o ajudem nessa descoberta e providencie os materiais necessários para canhotos. O uso de lápis triangulares grosso ou punhos de lápis especializados agora disponíveis em muitas lojas de papelaria, poderia ajudar o seu aluno a  desenvolver uma aderência eficaz e eficiente.

No caso que contei acima, fui procurar dicas de tesouras para canhoto para pedir para os pais. Descobri que a Maped tem materiais incríveis para canhotos. Um deles é a tesoura Tesoura para Canhotos Sensoft 3D.

 

  • Não “corrija” a criança mudando os objetos da mão esquerda para a direita. Senão ela pode ter dificuldade de aprendizado.
  • Os canhotos às vezes precisam de suporte com a escrita principalmente na fase da alfabetização, para evitar maus hábitos de escrita. Uma vez que eles são criados são difíceis de mudar. Não é incomum para os canhotos apertarem a caneta e ter uma postura desconfortável. Eles precisam empurrar o lápis ao escrever, fazendo com que o pulso doa e dificulte a escrita suave.
  • Para manter bem a autoestima da criança, conte histórias de reis, rainhas, heróis e heroínas canhotos e fale a importância de cada um ter a suas diferenças, ser um ser único.
  • Caso a sua escola utilize carteiras universitária onde a cadeira é junto com apoio, providenciada uma carteira adequada.
 Embora seja comemorado desde 1976, foi em 1992 que o clube britânico Left-Handers lançou o dia 13 de Agosto como o Dia Internacional dos Canhotos, como forma de chamar a atenção do mundo que está pensado para os que usam a mão direita – os destros, promovendo a conscientização sobre os inconvenientes e os desafios enfrentados, além de celebrar as diferenças e a singularidade.

Texto: Professora Coruja
Fontes: South China Morning PostRevista Crescer, Atlas da Saúde

Comentários

Professora de Educação Infantil e Criadora da Professora Coruja.
“Acredito que a Educação é um esforço colaborativo.”

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.