Condições e formas de Aprender

Condições e formas de Aprender

A aprendizagem é um processo natural do ser humano e também um fenômeno multideterminado, que se realiza em diferentes espaços e vertentes. Os estudos em neuropsicopedagogia nos salientam que existem influências internas e externas para tais aprendizagens.

Como o homem é um ser complexo e seu relacionamento com o meio e com os outros seres constituem dimensões importantíssimas para o seu desenvolvimento, as aprendizagens envolvem muitas relações.

Existem condições biológicas para um indivíduo aprender, relacionadas ao desenvolvimento do sistema neurológico, das funções cerebrais e outras como a percepção, a memória e a atenção. Mas existem também fatores sociais, econômicos e culturais que envolvem o indivíduo e o espaço em que ele vive. Ainda é possível citar as condições psicoafetivas que se relacionam a particularidades emocionais preciosas à construção da subjetividade.

Logo, aprender requer disposições de diferentes aspectos, que relacionando-se, levam o ser humano a compreender, se apropriar, executar e até transformar um conjunto de conhecimentos.

Se entendemos que este ser é múltiplo, então as formas de aprender podem ser múltiplas também. Nós professores, precisamos observar e estarmos atentos às formas como os alunos demonstram maior e melhor receptividade e construção de suas aprendizagens, pois é nosso papel oferecer os meios mais eficientes para tal.

Toda pessoa tem uma forma com a qual ela se sente mais confortável em estudar, aprender (ou até mais de uma). Pode ser lendo um texto, anotando os pontos importantes para não esquecer, ouvindo música, assistindo videoaula, colocando a mão na massa e executando algum trabalho etc. Essas formas como mais gostamos de ter contato com a novidade, com o novo conhecimento, diz muito sobre nossa forma de aprender ou estilo de aprendizagem.

O importante para nós professores conhecermos sobre os estilos de aprendizagem é justamente para tornarmos nossa prática pedagógica mais eficaz, pois ao observarmos nossos alunos e suas formas de aprender poderemos oferecer meios mais eficientes para o sucesso individual.

Os estilos têm características particulares, mas o indivíduo não precisa se limitar a uma única forma. Vamos entender os principais:

– Estilo visual: está relacionado à imagens, cores, ilustrações, mapas, diagramas, gráficos. O estudante de aprendizagem mais visual precisa ver o que acontece e está sempre observando.

– Estilo auditivo: está relacionado com o som. O estudante prefere ouvir as explicações, lê em voz alta, gosta de assistir videoaula, revisa um conhecimento verbalizando sobre ele. O ritmo da fala agrada e a aprendizagem para ele é mais prazerosa assim.

– Estilo cinestésico: está relacionado com a ação e o toque. O estudante aprecia aulas em que pode manipular materiais, tocar, se movimentar e está sempre ativo. Aprende melhor quando pode experimentar, executar e exercitar algo.

Como apontado acima, podem coexistir estilos para uma mesma pessoa. Seria o chamado multimodal, quando aquele que aprende mescla diferentes estilos.

E aí, qual é o estilo com o qual você mais se identifica?

Grande abraço,
Professora Suellen

 

 

 

Comentários

Formada em Magistério e Filosofia, possui especialização em Educação e Psicologia e Mestrado em Filosofia.
Como professora tem experiência na Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio.
Atua na educação pública do Rio de Janeiro há mais de uma década, lecionando na alfabetização.
Compartilha em redes sociais seu fazer pedagógico e o cotidiano escolar, cheio de desafios, alegrias e esperança.

One Comment

  1. Priscila
    29/09/2018 at 09:47 Responder

    Olá, nossa que matéria sensacional, parabéns, abordou um assunto importante, com palavras claras de fácil entendimento a todos. Agora só estudar. Pessoal é uma excelente pessoa, converso com ela direto no Instagram, tem me ajudado bastante, é muito humilde, e gosta de compartilhar suas experiências. Sucesso em sua vida e beijos no coração

Leave a Comment

Your email address will not be published.