Como trabalhar o Dia do Folclore

Como trabalhar o Dia do Folclore

Pense por um momento em um japonês. Agora pense em um mexicano. Fácil de imaginar não é?! Agora pense em um brasileiro. Você consegue imaginar apenas uma forma? Uma única característica? O Brasil é multicultural, quando falamos do brasileiro é impossível pensar em apenas uma ou duas características! E devido a essa incrível diversidade no nosso país o nosso folclore não poderia ser de outra forma! Rico e cheio de origens, mas antes de começarmos a falar sobre folclore, vamos entender brevemente um pouquinho do conceito!

A palavra folclore tem origem no inglês, “folklore”. A palavra é formada pela junção de folk (povo) e lore (sabedoria ou conhecimento).

Ou seja o folclore nada mais é do que toda a nossa cultura e tradições. A mistura de várias culturas como em destaque a indígena, portuguesa e africana.

Mas se folclore é toda a nossa cultura e tradição por que em sala de aula nos apegamos apenas as lendas? A nossa cultura tem muitas outras características a serem exploradas. Confira:

Parlendas

Parlenda significa palavreado. As parlendas fazem parte do folclore brasileiro, e muitas vezes são versinhos com rimas que são recitados em brincadeiras de crianças. Por possuir uma rima fácil  são populares entre as crianças.  Muitas parlendas são antigas e, algumas delas, foram criadas, há décadas.

Danças Populares

 O Brasil possui uma riqueza de danças folclóricas , que representam todas as regiões.  Essas danças estão ligadas a aspectos religiosos, festas típicas, lendas, fatos históricos, acontecimentos do cotidiano e brincadeiras. As danças folclóricas brasileiras caracterizam-se pelas músicas animadas e figurinos e cenários representativos. Estas danças são realizadas, geralmente, em espaços ao ar livre.

Nossas principais danças folclóricas são:

Samba de roda: é variação do samba em que os dançarinos dançam numa roda ao som de músicas acompanhadas por palmas e cantos.

Maracatu: é um ritmo musical típico da região pernambucana. Reúne elementos culturais afro-brasileiros, indígenas e europeus. Possui uma forte característica religiosa. Os dançarinos representam personagens históricos (duques, duquesas, embaixadores, rei e rainha).

Frevo: este estilo também vem de Pernambuco e caracteriza-se por ser marchinha muito acelerada, que, ao contrário de outras músicas de carnaval, não possui letra, sendo simplesmente tocada por uma banda que segue os blocos carnavalescos enquanto os dançarinos se divertem dançando.

Com o frevo além de trabalhar a dança e o movimento é possível trabalhar as cores do guarda-chuva. Confira duas atividades bem legais!

Leia Mais: Frevo da Gentileza 

Baião: ritmo musical típico da região nordeste do Brasil. A dança ocorre em pares com movimentos parecidos com o do forró.

Catira ou cateretê: tem como característica principal os passos, batidas de pés e palmas dos dançarinos. É a dança tipica do interior dos estados de São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Goiás e Mato Grosso. Os instrumento utilizado é a viola, tocada, geralmente, por um par de músicos.

Literatura de Cordel  

literatura de cordel é uma modalidade de poesia impressa na forma de livreto, com figuras na capa geralmente na forma de xilogravura , que teve origem no Nordeste. As obras são expostas em cordas, daí o nome “cordel”. A característica principal desse tipo de literatura é o linguajar despreocupado, regionalizado e informal.

Confira também no youtube o canal Cordel Animado. Confere um dos vídeos:

Adivinhas

As adivinhas são perguntas ou desafios que envolvem uma questão enigmática que, para ser respondida, exige solução engenhosa e por isso diverte tanto as crianças!

Leia Mais: Adivinha Silábico.

Trava-Lingua

Trava-língua é na verdade um jogo de palavras que consiste em dizer, com clareza e rapidez, versos ou frases que contenham sílabas difíceis de pronunciar ou formadas pelos mesmos sons em ordem diferente.
Aqui você encontra vários trava-linguas e também tem um vídeo do quintal da cultura com esse tema!

 

Cantigas de roda

 ciranda de roda ou cantiga de roda é um tipo de dança que tem origem nas praias do Nordeste, principalmente Pernambuco, mas logo contagiou todo o país. A maioria das pessoas pensa que a ciranda de roda é uma brincadeira típica da criança, mas principalmente no Nordeste os participantes podem ser de várias faixas etárias, não havendo impedimentos para a participação de crianças também.

Além das praias, a ciranda era dançada também nas pontas de rua e nos terreiros de casas de trabalhadores rurais, partindo depois para praças, avenidas, ruas, residências, clubes sociais, bares, restaurantes.

Brincadeiras Antigas 

Tem coisa melhor que brincar?! Ainda mais quando junto com a brincadeira vem um aprendizado da nossa cultura. A pipa é um dos brinquedos super antigos! Em alguns locais do Brasil também são chamadas de “papagaio”, porque são sempre muito coloridas como esses animais.

Outro brinquedo de nosso folclore é o estilingue. Também conhecidos como bodoques , são feitos de galhos e tiras de borracha. As crianças usam pedras para acertar alvos que podem ser latas ou outros objetos. Mas cuidado, os estilingues não podem ser usados para atirar em pessoas, animais ou plantas! Vale lembrar em sala de aula sobre o cuidado e respeito ao utilizar esse brinquedo.

Essa brincadeira já está presente na vida das crianças. O pega-pega. faz parte dos intervalos das crianças mas vale relembrar que essa é uma brincadeira antiga do nosso folclore. E o legal é que há tantas variações da brincadeira que vocês podem confeccionar uma tabela com todos os tipos de pega-pega e ainda fazer uma votação para ver qual tipo é o mair querido na sala de aula.
Sem ficar para traz do pega-pega o esconde-esconde é outra brincadeira que as crianças ama! O objetivo é se esconder e não ser encontrado pela criança que está procurando. A criança que está procurando deve ficar de olhos tapados e contar até certo número enquanto as outras se escondem. Para ganhar, a criança que está procurando deve encontrar todos os escondidos e correr para a base.

As bolinhas de gude são coloridas e feitas de vidro. Tradicionalmente são jogadas no chão de terra, mas pode ser jogada também em pisos lisos. O objetivo é bater na bolinha do adversário para ganhar pontos ou a própria bola do colega.

Que lindas as boneca de pano , feitas pelas mães e avós com retalhos de várias cores! São usadas em brincadeiras para simular crianças integrantes de uma família imaginária. Elas são tão divertidas que até podem ganhar vida através de histórias, como aconteceu com Emília, a famosa boneca de pano de Monteiro Lobato!

Que delícia é a brincadeira de pião! Essa brincadeira é muito antiga, mas faz sucesso até hoje entre a garotada. São feitos de madeira e são rodados no chão através de um barbante que é enrolado e puxado com força. Muitas crianças pintam seus piões, deixando-os bem coloridos e quando giram fazem uma mistura de cores.  O mais conhecido é pegar o pião com a palma da mão enquanto ele está rodando.

O legal desse brinquedo é que há muitas maneiras de confecciona-lo, como de revista, tampinha de garrafa ou até mesmo papel

 Lendas

foto: culturaamazonica.com.br

Muitas professoras me perguntam como trabalhar a história de algumas lendas, como Iara, Boto e Saci, como por exemplo, um menino que faz muitas travessuras.

Me lembro quando pequena das minhas professoras contando a história do Boto de uma maneira muito sutil. Falando que era uma rapaz que saia a noite para dançar e de dia virava Boto. Tanto que era uma das minhas histórias favoritas, até que eu cresci e fui ver o o Boto na verdade é um rapaz que leva garotas para o rio e as engravida depois abandona (MEU DEUS! QUE HISTÓRIA É ESSA?!!?)
Por isso faço assim como fazia as minhas professoras, conto somente o necessário. Já o Saci acredito ser uma ótima oportunidade para trabalhar respeito e comportamentos. Sempre pergunto se a atitude é positiva ou não? Podemos agir da maneira que o Saci age? É possível tirar várias aprendizados para mostrar como não devemos ser (no caso como o Saci que faz maldades por brincadeira, mostrando que bonito mesmo é o respeito ao próximo).

E se você for trabalhar lendas abaixo algumas ideias de atividades

Brinquedo Pula Saci

Boto Cor-de-Rosa

Olha quanta coisa show para trabalhar com os pequenos! Compartilhe comigo as atividades do folclore que você está fazendo também! Eu vou adorar!

Informações: Sua Pesquisa, Smart Kids

 

Comentários

Professora de Educação Infantil e Criadora da Professora Coruja.
“Acredito que a Educação é um esforço colaborativo.”

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.