Autores – Monteiro Lobato

Autores – Monteiro Lobato

Monteiro Lobato foi o primeiro escritor da literatura infantojuvenil, foi também o precursor da literatura paradidática e 18 de Abril é o Dia da Literatura Infantil em homenagem ao escritor.

vida-de-monteiro-lobato-professora-coruja

Monteiro Lobato foi o primeiro escritor da literatura infantojuvenil a perceber a necessidade de inserir nas histórias para as crianças e os jovens elementos da cultura nacional, como os costumes do povo do interior e as lendas de nosso folclore. Fez isso de maneira única, combinando a identidade brasileira aos elementos da literatura universal, como a mitologia grega. Foi também o precursor da literatura paradidática, cuja principal característica é permitir que a criança aprenda enquanto brinca e lê.

Nascido em Taubaté, estado de São Paulo, no dia 18 de abril de 1882, Monteiro Lobato transformou-se em “gás inteligente” — definição bem-humorada que costumava dar à morte — no dia 04 de julho de 1948. Durante seus 66 anos de vida contribuiu intensamente para a literatura brasileira, transformando-se em referência no assunto.

curso-educação-infantil-banner-home

Sua primeira história infantil,  A menina do narizinho arrebitado, foi publicada em 1920, e o sucesso do livro fez com que outros tantos surgissem, imortalizando as personagens Dona Benta, Pedrinho, Narizinho, Tia Nastácia, Emília, o Visconde de Sabugosa, entre outros, que posteriormente seriam eternizados no famoso programa de TV produzido no final dos anos 1970 até meados dos anos de 1980 e retomado no final dos anos de 1990 até meados dos anos 2000.

Veja alguns títulos da literatura infantojuvenil de Monteiro Lobato:

literatura-infantojuvenil-de-monteiro-lobato

  1. – Reinações de Narizinho;
  2. – Viagem ao céu e O Saci;
  3. – Caçadas de Pedrinho e Hans Staden;
  4. – História do mundo para as crianças;
  5. – Memórias da Emília e Peter Pan;
  6. – Emília no país da gramática e Aritmética da Emília;
  7. – Geografia de Dona Benta;
  8. – Serões de Dona Benta e História das invenções;
  9. – D. Quixote das crianças;
  10. – O poço do Visconde;
  11. – Histórias de tia Nastácia;
  12. – O Picapau Amarelo e A reforma da natureza;
  13. – O Minotauro;
  14. – A chave do tamanho;
  15. – Fábulas;
  16. – Os doze trabalhos de Hércules (1º tomo);
  17. – Os doze trabalhos de Hércules (2º tomo).

O dia 18 de abril foi escolhido como Dia Nacional da Literatura Infantil,  uma justa homenagem a Monteiro Lobato, escritor que, como poucos, dedicou-se à literatura infantil no Brasil.

Fonte Pesquisa:  Brasil Escola

Comentários

comentários

No Comments

Leave a Comment