5 cursos que todo professor deve fazer

5 cursos que todo professor deve fazer

Quem pensa que a formação de um professor se encerra ao término da graduação está muito enganado!

Janoí Mamedes disse: “O professor só pode ensinar quando está disposto a aprender”.

Acredito muito nessa frase, o mundo a nossa volta muda a cada segundo e nós professores também não podemos parar! Procurando um pouco sobre o assunto na internet, achei um texto bem interessante do site Gestão Escolar Simplificada  e decidi compartilhar aqui com vocês.

A Licenciatura é fundamental

O antigo magistério já não é suficiente para os professores que desejam demarcar o seu território no mercado de trabalho. É necessário cursar o Ensino Superior, dando preferência aos cursos de licenciatura.
Então você está dizendo que o magistério é ruim? Não, de maneira alguma. Eu infelizmente não fiz o magistério e quando eu digo infelizmente é porque muito das minhas amigas e também professoras dizem que o magistério realmente ensinava a pedagogia na prática, e suas melhores experiências foram no magistério. Então se você fez magistério se sinta privilégiado, você fez um curso muito bom, mas não deixe de fazer a licenciatura, porque esse  grau acadêmico habilita o professor  a dar aula em instituições de Ensino Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Invista na pós-graduação

Em um cenário altamente competitivo, é fundamental que os professores se especializem cada vez mais. Nesse sentido, a pós-graduação é indispensável!

Cabe dizer que, além de servir para ampliar e aprofundar os conhecimentos na área, a pós-graduação ajuda a aumentar o salário do docente. Ela é tão importante que até o Ministério da Educação tem implementado programas de incentivo e facilitação para que os profissionais se especializem, com uma excelente grade de cursos que inclui o Prodocência, Pro-Licenciatura, Pró-Letramento, Proinfantil, Profuncionário, Proforti, Proformação, Prolind, Pró-Conselho, Pradime, Mídias na Educação, Formação pela escola e tantos outros. O conteúdo programático desses cursos contempla assuntos como sociedade e escola, gestão participativa, comunidade na escola, alfabetização e letramento, leis da educação, ensino e tecnologia, etc. Procure se informar mais no site do MEC e aproveite.

O Mestrado é ideal para um profissional diferenciado

Quando o profissional busca o aprendizado e o aprimoramento contínuo, certamente ele cresce e se destaca na carreira. Professores com o mestrado são bons exemplos disso, já que estudam por muitos anos, dedicando tempo e esforço para conquistar seus objetivos. Em troca de tamanha dedicação, eles costumam alcançar a tão sonhada estabilidade profissional e financeira, além de terem maiores chances de trabalhar em grandes universidades e cumprir cargas horárias reduzidas.

Aposte em aprender novos idiomas

Dominar uma segunda língua fará toda a diferença na carreira de um professor, sobretudo se ele for formado em Pedagogia ou Letras.

O conhecimento em idiomas estrangeiros, principalmente Inglês e Espanhol, ajuda a melhorar a performance do docente e amplia a sua capacidade de pesquisa. Como se não bastasse, habilidades em outras línguas sempre fazem parte das exigências de concursos públicos, mestrados e doutorados.

Vale ressaltar que, se você não tem tempo para fazer um curso presencial de idiomas, você pode optar pelos cursos online. Há excelentes alternativas na internet.

Após a licenciatura você vai conseguir saber qual área da educação gosta mais. Se especializar será o seu grande diferencial. Nos conte quais cursos você já fez? Tem algum para acrescentar a essa lista? Deixe sua opinião nos comentários e nas nossas redes sociais.

Comentários

comentários

No Comments

Leave a Comment