4 razões para usar a música na alfabetização

4 razões para usar a música na alfabetização

Inserir os alunos mundo da leitura e da escrita é, sem dúvida, uma das principais ânsias de todo educador. E você já pensou em como a música pode ajudar na desafiante missão da alfabetização? Nós te mostramos  abaixo 😉

Ensina uma variedade de habilidades de linguagem
As músicas encorajam habilidades de alfabetização precoce expondo as crianças aos padrões de linguagem, incluindo padrões básicos de ortografia, rimas, padrões de frases e partes do discurso; extensão de conhecimento e vocabulário de fundo; e desenvolver um senso de história e sequência.

Cria uma atitude positiva em relação ao aprendizado
As crianças desenvolvem e aprendem melhor quando estão em um ambiente positivo no qual se sentem apoiadas e seguras. Além disso, as crianças raramente desenvolvem atividades nas quais recebem pouca ou nenhuma satisfação. Através do compartilhamento de música, educadores e cuidadores podem criar laços sociais com os alunos e fomentar um ambiente no qual a alfabetização seja divertida e envolvente.

Melhora a atenção e a memória
Participar de atividades musicais, seja dançando, tocando instrumentos ou cantando, exige que as crianças ouçam atentamente e mantenham padrões em sua memória, habilidades que são precursoras fundamentais para o desenvolvimento de habilidades de leitura bem-sucedidas.

Desenvolve formas críticas e complexas de pensamento
A música desenvolve o pensamento abstrato, envolvendo múltiplas partes do cérebro. Embora as alegações de que tocar tipos específicos de música para crianças possam aumentar sua inteligência (o chamado efeito Mozart) foram em grande parte superestimadas, a pesquisa mostra que a exposição precoce à música e à produção musical pode melhorar o raciocínio espaço-temporal das crianças.

Além disso, a participação na criação e valorização das artes, incluindo a música, pode desenvolver habilidades cognitivas de nível superior, como usar a imaginação, tolerar a ambiguidade, inscrever ideias por meio da representação, formar e diferenciar conceitos.

A música é uma ótima maneira de construir consciência fonológica com crianças pequenas. E é também um ótimo exemplo do uso de tecnologia com os alunos. Os professores podem usar música para aprofundar o ambiente de aprendizagem e deixá-lo mais descontraído e precioso.

Existem muitos pontos em comum entre a música e a alfabetização, especialmente nos primeiros anos de escola até o segundo grau, e, portanto, a educação musical é um elemento vital no desenvolvimento literário das crianças.

Atividades musicais bem planejadas podem aprofundar e reforçar o conhecimento e o desenvolvimento de habilidades em uma ampla gama de assuntos. A música é envolvente, divertida e pode motivar até os alunos mais distantes.

Sabendo disso tudo, vamos à parte prática dessa proposta? 😀

Ritmo e Timing
A música ajuda as crianças a se mover no tempo certo, fazendo com que elas desenvolvam uma sensação de ritmo. Realizar rimas de ação e atividades de canto envolvendo marchar, dançar ou pular ao ritmo ajuda-os a aprender onde dividir a língua em unidades de som, especialmente se as divisões são enfatizadas.
Outra atividade que pode ser abordada é a separação das sílabas das palavras e suas entonações. A música possibilita que a escrita e a oratória sejam constantemente treinadas.

Use livros de músicas para ensinar vocabulário escrito e oral
Os livros de música permitem que as crianças cantem suas músicas favoritas enquanto usam o dedo para acompanhar a letra no livro. Esta é uma atividade que pode ser feita com a criança tanto na escola como em casa com os pais.

Eventualmente, o estudante poderá acompanhar o livro por conta própria. Como as palavras são repetidas frequentemente em músicas, aqui elas são repetidas também na forma escrita, permitindo que as crianças se familiarizem com o novo vocabulário.

Use vídeos de música para aprender habilidades da alfabetização
Vídeos de música são uma ótima maneira de fazer os alunos se mexerem enquanto aprendem sobre tudo, desde letras e sons até famílias de palavras. Vídeos como Turma da MônicaGalinha Pintadinha e Mundo Bita tornam o aprendizado divertido com vídeos musicais para aprendizado multissensorial.

Os vídeos apresentam músicas cativantes junto com palavras escritas, imagens coloridas e movimentos coordenados, que ajudam as crianças a aprender ouvindo, olhando, falando e se movendo.

Componha uma trilha sonora para o livro favorito da turma
Incentive os estudante a compor sua própria trilha sonora simples para reforçar as habilidades de pré-alfabetização, como partes de uma história, sequenciamento e consciência fonêmica. Como bônus, os alunos começam a conectar eventos da narrativa e entendem que os elementos musicais também podem contar uma história.

Como fazer isso: selecione um livro que tenha na sala de aula e seja apreciado por toda a classe. Leia uma ou duas páginas e peça aos alunos que façam sons que acompanhem a narrativa. Por exemplo, se um personagem estiver andando pela floresta, diga: “Faça os sons dos passos do Chapeuzinho Vermelho”.

Estabeleça uma sugestão para parar o som. Sons fáceis e comuns incluem qualquer coisa relacionada ao clima (vento, chuva), sons de animais ou até mesmo veículos em movimento (trens, aviões). Modifique ou estenda a atividade para incluir o uso de instrumentos de sala de aula ou objeto encontrado, de acordo com o engajamento da turma.

A alfabetização melhora quando um aluno é capaz de captar os padrões na estrutura da linguagem e é capaz de diferenciar os tons em palavras que soam parecidas, mas que têm significados diferentes.

A música na alfabetização pode ser utilizada como uma metáfora para explicar elementos de uma história como personagem, cenário, conflito e resolução, usando as melodias, instrumentos, ritmos e dinâmicas como lentes de ensino.

Alfabetização através da música engaja mais as crianças e as tornam em aprendizes ativos. As crianças terão de participar no processo de aprendizagem, usando o maior número de sentidos possível, para realmente compreender conceitos e desenvolver habilidades em linguagem e alfabetização.

Permitir que as crianças se sintam competentes em suas habilidades de leitura e escrita resulta em alunos confiantes e felizes em sala de aula. Quanto mais maneiras pelas quais as crianças são capazes de praticar a leitura e a escrita em contextos cotidianos, mais confiantes estarão em usar essas habilidades em suas vidas cotidianas.

Ofereça aos seus alunos oportunidades de se divertirem e serem criativos com a linguagem, e eles vão florescer.

Vamos deixar a sala de aula mais dançante? 😀

Comentários

Professora de Educação Infantil e Criadora da Professora Coruja.
“Acredito que a Educação é um esforço colaborativo.”

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.