10 brincadeiras para Festa Junina

10 brincadeiras para Festa Junina

Uma das melhores coisas de festa juninas são as brincadeiras típicas, e para animar ainda mais o arraial da sua escola o site Demostre separou 10 brincadeiras de festa Junina e decidi compartilhar aqui. Confira:

Corrida dos três pés

Com essas brincadeiras,vamos fazer o povo pular com as pernas amarradas. Vai ser difícil, demais da conta sô! Mas, vamos tentar né?

  • Recursos: Cordas ou barbantes.
  • Objetivo: Interação social, diversão e manutenção da cultura
O organizador, deverá separar as duplas que queiram competir. Marcar o lugar da largada e o ponto de chegada. Amarre um dos pés no pé do parceiro, de tal forma que terão que competir correndo com três pés.  A dupla que alcançar primeiro o lugar da chegada, vence a corrida.

Cadeia

Tudo na verdade é pura brincadeira, mas, o pessoal deverá ficar de butuca ligada para não cair na prisão.

  • Recursos: Um cercado para servir de cadeia.
  • Objetivo: Interação social, diversão e manutenção da cultura
  1. Providencie um lugar no cantinho da festa que possa servir de cadeia.
  2. Cerque- o com cadeiras, ou se desejar previamente construa com bambu um cercado, para ser usado para esse fim.
  3. Durante a festa observe quem está distraído e o dê ordem de prisão, e leve-o para a cadeia.
  4. Ele deverá ficar lá até que alguém dê falta dele e o vá buscar, ou terá que pagar fiança, que será um mico que ele terá que pagar para sair da cadeia.
  5. Pode ser imitar um cantor, dançar ou fazer outra coisa que for pedido.

 Argolas

Mirar e acertar argolas poderá te render brindes, fique de olho!

  • Recursos: Garrafas com água e argolas
  • Objetivo: Interação social, diversão e manutenção da cultura
  1. Uma brincadeira fácil, barata e que pode causar alegria .
  2. Basta encher garrafas  com água
  3. Traçar uma distância de mais ou menos 1 metro e meio
  4. Repartir as argolas entre os participantes.
  5. Vence quem conseguir, que o maior número de argolas acerte o gargalho.

Divertida e fácil de organizar, essa interação será um sucesso!

Corrida do milho

A corrida do milho, nos parece, uma oportunidade para brincar e fazer exercícios ao mesmo tempo. Por que  os participantes terão que correr  muito minha gente!

  • Recursos: Bacia de milho, copos descartáveis e colheres
  • Objetivo: Interação social, diversão e manutenção da cultura
  1. Ponha uma vasilha com grãos de milho detrás de uma linha.
  2. Reúna os participantes aos pares.
  3. m da dupla deverá segurar uma colher, e o outro um copo descartável.
  4. Quando for dado o sinal, os participantes com a colher correm até a bacia, enchem a colher com milho e voltam para a linha de largada, onde colocarão o milho no copo que seu parceiro estiver segurando. Vencerá a dupla que encher primeiro o copinho com milho.

Além de divertida essa brincadeira é completamente cooperativa!

Boca caipira

O nome original dessa diversão seria a ” boca de palhaço” mas para encaixar melhor , sugerimos , boca de caipira.

  • Recursos: Uma figura grande da cabeça de um caipira de papel ou lona, com a boca aberta, onde terá um buraco
  • Objetivo: Interação social, diversão e manutenção da cultura
  1. Você mesmo pode fazer um painel parecendo a cabeça de um caipira, com a boca aberta, onde deverá haver um buraco para lançar a bola.
  2. Faça bolas de meia ou jornal.
  3. Cada participante, pode tentar até cinco vezes acertar a boca do caipira. Se acertar, leva um brinde.

Vamos encher a boca do caipira de bolinhas, ao invés de ser pão de queijo!

 Correio elegante

Não se trata apenas de uma festa caipira, olha que ela poderá também ser muito romântica!

  • Recursos: Bloco de papel e caneta
  • Objetivo: Interação social, diversão e manutenção da cultura
  1. Esta brincadeira é a favorita dos apaixonados.
  2. Durante a festa, uma pessoa vestida de carteiro, passeia com papel e caneta na mão.
  3. Pode-se enviar um recado para alguém que esteja paquerando, ou mensagem para um amigo ou familiar querido.
  4. É só escrever e apontar que o carteiro leva.

Mas tenha cuidado para não enviar mensagem para a pessoa errada!

 Corrida do saco

Seja quais forem as  comemorações, a corrida de saco sempre é bem-vinda!

  • Recursos: Sacos
  • Objetivo: Interação social, diversão e manutenção da cultura
  1. Basta os participantes entrarem dentro do saco de linhagem e darem a largada.
  2. Ganha quem chegar primeiro à linha final, merece um brinde, não acham?

A corrida de saco está presente em quase todas as festas, e não poderia faltar aqui, em nossa festa junina, concordam?

  Rabo de burro

Não é apenas uma festa inocente, os organizadores  poderão aprontar com o povo também. Imagine você, de olhos vendados, tentando encontrar o lugar do rabo do burro, e ainda te giram?

  • Recursos: Cartaz ou moldura de um burro.
  • Objetivo: Interação social, diversão e manutenção da cultura
  1. Com os olhos vendados, alguém vem e gira o participante, entregando em suas mãos o rabo do burro.
  2. Ele tentará o encaixar no cartaz, mas não sei se irá conseguir não!
  3. Se conseguir, leva o prêmio!

Boliche de lata

Bem prática, acessível, e que sempre tem seu lugar quando se trata de diversão,  o boliche de  latas é bem vindo aqui também.

  • Recursos: Latas vazias e bolas feitas de meia velha.
  • Objetivo: Interação social, diversão e manutenção da cultura
  1. É só empilhar as latas em forma de triangulo, e os participantes tentar derruba-las.
  2. Vence o que derrubar a maior quantidade de latas.

Apesar de ser uma atividade muito simples, ela diverte  o povo, além de não custar praticamente quase nada.

Pescaria

Tradicionais,  e marcantes, ainda que simples, a pescaria não pode faltar, para nossa alegria!

  • Recursos:Peixes de cartolina, vasilha com areia e varinha e anzol
  • Objetivo: Interação social, diversão e manutenção da cultura
  1. Prepare um caixote bem grande e o abasteça com areia.
  2. Faça peixinhos de papelão e escreva neles o nome de um brinde, ou prenda como se diz em festa junina.
  3. Prepare varas de pescar e anzóis.
  4. Ao pescar o peixinho verifique qual brinde traz nele, e o entregue ao pescador.

Não dá para imaginar o Brasil sem as tradicionais comemorações. A cultura, o costumes do homem do campo e da cidade que se misturam nesses eventos.

Comentários

Professora de Educação Infantil e Criadora da Professora Coruja.
“Acredito que a Educação é um esforço colaborativo.”

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.